Coleções

Como crescer e cuidar do pepino de um babuíno

Como crescer e cuidar do pepino de um babuíno


Kedrostis africana, comumente conhecido como Pepino de Babuíno, uma planta caudiciforme monóica nativa da Namíbia e da África do Sul. Forma um grande caudex com caules anuais. As folhas são aproximadamente triangulares, mas possuem vários lóbulos, criando uma bela folhagem. Floresce infalivelmente todos os anos no verão. As flores masculinas são verde-amarelas a esbranquiçadas ou creme. As flores femininas são solitárias ou com poucos fascículos, verde-amarelo a esbranquiçado ou creme.

O tubérculo de Pepino de Babuíno é amplamente utilizado na medicina tradicional como emético, purgante, diurético, anti-hidrópico e no tratamento da sífilis. Além disso, uma decocção do bulbo fresco esmagado é tomada duas vezes ao dia para o controle da obesidade.

Condições de cultivo e cuidados gerais

O pepino do babuíno é monóico (com flores masculinas e femininas separadas, mas na mesma planta) e geralmente é autofértil, de modo que as frutas laranjas vistosas são prontamente formadas. Pode ser cultivado a partir de sementes na maioria das áreas, desde que as plantas jovens sejam protegidas contra a seca, geadas severas e muita luz solar.

Como escalador, os caules precisarão de algum suporte para dar um efeito vistoso. Pepino de babuíno prefere solo bem drenado, muita água no período de crescimento e um pouco de sol. Ele cresce muito devagar, mas é possível aumentar a velocidade de crescimento fornecendo a quantidade adequada de água, calor e fertilizante durante a estação de crescimento ativa.

O pepino do babuíno gosta de uma posição ensolarada, mas evite o sol direto no verão. Regue regularmente durante o verão. Evite regar no outono ou inverno. É suscetível a apodrecer se muito úmido.

Este é um dos mais resistentes caudiciformes, tolerando a chuva de inverno e vários graus de geada. Ele pode ser cultivado ao ar livre em climas sem geadas, precisa ser mantido acima de 0 ° C (32 ° F) e seco no inverno.

Links

  • Voltar ao gênero Kedrostis
  • Suculentopédia: procure suculentas por nome científico, nome comum, gênero, família, zona de robustez do USDA, origem ou cactos por gênero

Inscreva-se agora e fique por dentro das nossas últimas notícias e atualizações.





Planta nº 1 para o sol da madrugada

Os pepinos precisam de muita luz solar para produzir uma safra abundante. Os pepinos dependem muito da fotossíntese para construir videiras fortes, robustas e produtivas. Um processo centrado inteiramente em torno do sol.

Localize sua cultura em uma área que receba no mínimo 8 horas de luz solar por dia. E, se possível, certifique-se de que suas plantas recebam a luz do sol pela manhã.

Confira nosso podcast sobre como fazer crescer pepinos incríveis!

A luz do sol matinal ajuda a secar as vinhas e a folhagem do orvalho matinal. O orvalho que, se deixado para durar, pode criar as condições perfeitas para o míldio e a ferrugem.

# 2 Grande Solo = Grandes Pepinos

Quer sejam plantados no solo ou em recipientes, os pepinos precisam de solo rico e fértil para crescerem fortes e prosperarem. Além disso, esse solo precisa ser leve e arejado para permitir uma boa drenagem.

Ao plantar, adicione 6 a 8 xícaras (algumas pás) de composto em cada cova de plantio. O composto adiciona nutrientes vitais que podem ser facilmente absorvidos pelas plantas de pepino. Mas ainda mais, ele também solta o solo para criar uma drenagem excelente.

Os pepinos se desenvolvem em solos férteis e soltos, com boa drenagem. Ao adicionar composto na época do plantio, você pode ajudar a construir um solo com essas qualidades exatas.

Quer aumentar ainda mais a potência? Adicione um quarto de xícara de carcaças de minhoca ao composto. A combinação de minhocas / composto pode fazer uma grande diferença na saúde e produtividade das plantas.

# 3 Planta em Montes

Ao plantar diretamente no solo, plante sua safra em colinas ligeiramente cônicas. Em recipientes, certifique-se de que o caule principal também seja plantado acima do solo ao redor.

As plantas de pepino são altamente suscetíveis ao apodrecimento. Mas um pouco de “plantio elevado” ajuda a manter o caule principal da planta fora da água parada durante chuvas fortes ou rega.

Plante pepinos em montes ligeiramente afilados para evitar que os caules apodreçam em solo úmido.

Crie montes cônicos de aproximadamente 18 "de diâmetro, com 3" a 4 "de altura no meio. E lembre-se - adicione esse composto!

# 4 Transplantes vs. Semeadura Direta

Embora os pepinos possam ser cultivados facilmente por semeadura direta, preferimos começar nossas sementes cedo e transplantá-las. O crescimento e a força adicionais de um transplante dão à planta uma chance melhor de evitar e combater os temidos ataques do besouro do pepino.

Os transplantes podem ajudar a dar a você uma chance melhor contra os besouros do pepino do que a semeadura direta.

Ao plantar, plante dois transplantes por pepino. Se for semear, plante 3 sementes e dilua até as 2 mais fortes após algumas semanas. Ao cultivar várias vinhas por monte, eles se entrelaçam para aumentar a força.

# 5 Cuidado com o que você planta por perto

O que você planta ao redor de seus pepinos desempenha um papel importante em sua produtividade. Uma coisa a evitar com certeza é o cultivo de pepinos perto de batatas.

A batata liberta uma substância no solo que dificulta muito o crescimento dos pepinos. E plantá-los nas proximidades pode ter efeitos devastadores em sua safra de pepino.

Plantar sementes de rabanete ao redor de suas plantas de pepino ajuda a evitar ataques de besouros.

Mas existem algumas culturas que são altamente benéficas, como rabanetes. Quando cultivados nas proximidades ou com pepinos, os rabanetes ajudam a repelir insetos nocivos, como besouros e pulgões, que atacam tenros pepinos.

Ao plantar pepinos, simplesmente semeie 5 a 10 sementes de rabanete nas bordas de seus montes. As sementes germinam rápido e ajudam a afastar os besouros. (Veja: Companion Planting 101)

# 6 Rotação de colheita

Pepinos, assim como tomates e pimentões, podem facilmente desenvolver doenças transmitidas pelo solo quando plantados no mesmo espaço, ano após ano.

Gire sua safra a cada estação para ajudar a manter as plantas saudáveis ​​e fortes.

Gire sua colheita para um novo local no jardim a cada temporada. Isso permite que o solo se recupere, minimiza doenças e reduz a possibilidade de infestação de longo prazo.

Para obter melhores resultados, espere pelo menos três anos antes de voltar a plantar pepinos no mesmo local.

Nº 7 Colheita Regularmente

Assim que os pepinos começam a crescer e a produzir, eles precisam ser colhidos regularmente para continuar a produzir.

Quando sobrecarregadas com uma colheita, as plantas, em vez disso, colocam sua energia para tornar os frutos existentes maiores, e não para produzir novas flores.

Colha regularmente para manter a energia das plantas concentrada na produção de novas flores.

Além disso, os pepinos deixados na videira por muito tempo se tornarão lenhosos, cheios de sementes e amargos. Verifique as plantas diariamente, os cukes podem ir de 5 cm a 30 cm em apenas um ou dois dias!

Um pouco de fertilização lenta e constante pode ajudar a manter as plantas em produção também. Aplique uma leve dose de composto de chá ou fertilizante orgânico a cada 2 semanas, até que as plantas comecem a formar seus primeiros pepinos. Assim que começam a frutificar, a fertilização pode cessar. Link do produto: Fertilizante orgânico do Dr. Earth

Aí está, sete grandes segredos para o cultivo de pepinos com sucesso. Agora vá lá e cultive sua melhor safra!


Os pepinos podem ser cultivados dentro de casa a partir das sementes, compradas ou guardadas e colhidas de plantas anteriores, em vasos de turfa ou pequenos apartamentos e transplantados para o jardim algumas semanas depois, mas apenas quando todo o perigo de geada tiver passado. Antes de movê-las para o jardim, no entanto, endureça as plantas em um local protegido para diminuir qualquer estresse que possa ocorrer durante o transplante. Durante os períodos de frio, os pepinos também podem ser cobertos com protetores de plantas.

Pepinos gostam de clima quente e úmido solto, solo orgânico e muita luz solar. Eles crescem bem na maioria das áreas dos Estados Unidos e se dão especialmente bem nas regiões do sul.

Ao plantar pepinos, escolha um local com drenagem adequada e solo fértil. Um bom solo terá bastante matéria orgânica, como composto. Adicionar composto ao solo ajudará a dar um bom começo aos pepinos, e a aplicação de fertilizantes orgânicos, como estrume, ajudará a fornecer nutrientes às plantas durante o crescimento. Quando você começar a preparar o solo, remova quaisquer pedras, gravetos ou outros detritos e, em seguida, misture grandes quantidades de matéria orgânica e fertilizante no solo.

Os pepinos podem ser plantados em colinas ou fileiras com cerca de 1 polegada (2,5 cm) de profundidade e diluídos conforme necessário. Como os pepinos são uma cultura de videiras, eles geralmente requerem muito espaço. Em grandes jardins, as videiras de pepino podem se espalhar por fileiras em jardins menores, os pepinos podem ser treinados para escalar uma cerca ou treliça. Treinar pepinos em uma cerca ou treliça reduzirá o espaço e levantará as frutas do solo. Este método também pode dar ao seu jardim uma aparência mais organizada. As variedades arbustivas ou compactas são bastante adequadas para o cultivo em pequenos espaços ou mesmo em contentores.


Assista o vídeo: COMO, E QUAL ADUBO USAR NO PEPINO?