Novo

Abuso de animais na China

Abuso de animais na China


OS ARTIGOS DE NOSSOS LEITORES

Como cães e gatos são tratados na China

O homem foi treinado para tentar acompanhar os rápidos avanços da tecnologia. Não se pode negar que proporcionou inúmeros benefícios à sociedade. Mas o que aconteceu com o progresso pessoal em termos de respeito, sentimentos, consideração por nossos semelhantes, pelo meio ambiente, ou o que dizer para o resto dos seres vivos?

Talvez nos sentindo mais inteligentes e capazes, nos tornemos cada vez mais frios, rígidos e carentes de emoções, como robôs, incapazes de sentir dor ou amor por tudo que a mãe terra nos deu.

Esse é o caso aberrante dos maus-tratos indiscriminados de cães e gatos na China. Criados em condições humilhantes, maltratados por toda a vida, a ponto de esfolá-los para fazer casacos, bolsas e brinquedos.

Aqueles que os consideram animais de estimação amados, nossos "melhores amigos", vivem em condições de superpopulação nesses países, são transportados em pequenas gaiolas, empilhados e feridos. Os homens jogam as gaiolas no chão, chutam e introduzem ferro para envenená-las.

Se falamos sobre cultura, podemos entrar em terreno acidentado. Porque assim como a Índia respeita a vaca, a carne da vaca é consumida na maioria dos países.

Mas são as horríveis condições a que os seres humanos os sujeitam, com castigos e prisões, a centenas de animais, sem misericórdia. Esses seres vivem sofrendo toda a vida por serem simplesmente considerados objetos pela indústria de consumo que, infelizmente, está em constante expansão.

O cachorro, que salvou muitos de nós de morrer por afogamento em um rio, ao encontrar e resgatar pessoas soterradas sob os escombros de um terremoto, que guia os cegos garantindo-lhes independência e segurança, aquele que é simplesmente um amigo e companheiro de muitas pessoas ... na China ele é tratado pior do que um rato de laboratório, maltratado e ferido a ponto de ser esfolado para atender às necessidades de quem tira satisfação de sua pele e de crianças que brincam com bonecos de cabelo ou pele de inocentes.

Mas o que podem fazer aqueles que amam esses animais?

Por quanto tempo esses pobres seres vivos continuarão a sofrer e morrer?

Quando uma organização mundial de direitos dos animais terá poder suficiente para salvá-los e dar-lhes a dignidade de uma vida sem sofrimento? Até lá, é responsabilidade de todos se informar e informar. Fechando os olhos e tapando os ouvidos, o mal não desaparece, apenas nos tornamos indiferentes e cúmplices de sua dor.

Divulgue este tópico. Não compre esses produtos chineses, porque à medida que continuamos a fazê-lo, centenas de animais continuam a ser mortos.

É dever de todos avançar, não só tecnologicamente, mas também no sentido de fortalecer o respeito pela natureza e pelos seres vivos.

O que nos dá o direito de maltratar e assassinar o resto dos seres vivos nesta terra? Se realmente somos “seres superiores”, defendemos os fracos em vez de maltratá-los e cuidar do ambiente que nos rodeia, onde todos os seres vivos devem viver com amor e tolerância.

Marita Cornalino Rebollo
Professor de informática, Uruguai

Observação
(1) Imagens tiradas da Anima naturalis

Observação
Este artigo foi enviado por nosso leitor. Se você acha que isso viola direitos autorais ou propriedade intelectual ou direitos autorais, notifique-nos imediatamente, escrevendo para [email protected] Obrigada


Vídeo: YULIN -- CACHORRO IMPLORA PARA NÃO SER VENDIDO PARA CONSUMO MAIS MALDITA CHINESA O VENDE.