Miscelânea

Araruta: atendimento domiciliar, transplante, reprodução, por que seca e amarelece

Araruta: atendimento domiciliar, transplante, reprodução, por que seca e amarelece


Plantas de Casa

Araruta é uma planta exigente em termos de manutenção e cuidado, mas a beleza das suas folhas, se forem saudáveis ​​e bem cuidadas, valerá a pena todos os seus esforços.
Em habitats naturais, as grandes folhas de araruta são usadas pelos residentes locais para fazer cestos de vime e rizomas contendo amido são usados ​​para alimentação. Os rizomas também são usados ​​para fazer alimentos dietéticos e espessantes para geléias e molhos.
Araruta não tolera sol direto e requer condições tropicais especiais.

A partir das informações contidas em nosso artigo, você pode descobrir:

  • quais condições são necessárias para a araruta;
  • como cuidar dessa beleza tropical;
  • como resolver os problemas de araruta que às vezes surgem.

Plantando e cuidando da araruta

  • Florescer: planta decídua decorativa.
  • Iluminação: penumbra.
  • Temperatura: no verão - 22-24 ˚C, no inverno - 16-18 ˚C.
  • Rega: o solo deve estar ligeiramente úmido o tempo todo.
  • Umidade do ar: aumentou. Recomenda-se borrifar as folhas diariamente no calor e manter a planta sobre um palete com musgo esfagno úmido.
  • Cobertura superior: de março a agosto, duas vezes por mês, com uma solução fraca de fertilizante mineral complexo para plantas decíduas.
  • Período de descanso: de outubro a fevereiro.
  • Transferir: na primavera, uma vez a cada dois anos.
  • Reprodução: vegetativo - cortes e divisão do mato.
  • Pragas: cochonilhas, escudos falsos e ácaros-aranha.
  • Doenças: devido a cuidados inadequados, pode desenvolver-se podridão do caule ou raiz e as folhas podem perder o seu efeito decorativo.

Leia mais sobre o cultivo de araruta abaixo.

Plantar araruta (lat.Maranta) - um representante do gênero de ervas perenes da família Marantovaya. O gênero inclui cerca de 25 espécies que crescem na zona tropical da América. A planta foi nomeada em homenagem a Bartolomeo Maranta, um médico e botânico medieval. Araruta tem outros nomes - planta de oração, grama orante, "dez mandamentos" (de acordo com o número de manchas nas folhas de uma das espécies de araruta) e raiz em forma de flecha. As flores de araruta são plantas decíduas decorativas, e nem um pouco flores na nossa visão usual, mas suas folhas são uma verdadeira obra-prima criada pela natureza.

Descrição botânica

A flor de araruta de interior é uma planta de rizoma tuberoso, cujas folhas são elípticas, basais ou de duas carreiras no caule. As cores das folhas são variadas e de uma beleza incrível: a cor de fundo varia do quase branco ao verde escuro, e pontos brilhantes, listras e nervuras se destacam no fundo. A parte superior da folha é muito mais brilhante do que a inferior, e isso é especialmente notável quando a flor de araruta faz sua "oração": à noite ela levanta as folhas e as dobra levemente de modo que apenas a parte inferior lisa das placas visível, e pela manhã abaixa e desdobra suas belas folhas, o tipo de que cada vez é admirável.

Flores de araruta de interior com flores brancas, creme ou lilás assimétricas de três membros, coletadas em inflorescências apicais em forma de espinhos. Araruta florescendo não é Deus sabe que espetáculo, por isso é melhor retirar as flores imediatamente para que a planta não desperdice sua energia em vão. O fruto da araruta é uma cápsula com uma única semente. Em altura, a araruta de planta de casa raramente cresce acima de 30-40 cm, de modo que pode ser mantida em qualquer cômodo, mesmo no menor, embora as espécies de plantas naturais às vezes cheguem a 150 cm de altura.

Cuidar das flores de araruta não é tão difícil quanto se costuma acreditar, portanto, mesmo um florista novato pode cultivar este tesouro.

Cuidados de araruta em casa

Condições de cultivo

Cuidar da araruta é criar condições de conforto ideais para a planta. Quais são essas condições? Em primeiro lugar, a iluminação: a flor de araruta caseira cresce melhor em sombra parcial; a luz solar direta sobre as folhas na primavera e no verão deve ser excluída. Em segundo lugar, a temperatura do ar confortável para a araruta no verão é de 22-24 ºC, no inverno - 16-18 ºC, mas certamente não inferior a 10 ºC. O cultivo bem-sucedido da araruta também depende muito da umidade do ar e do solo - esta é a terceira.

Para regar as ararutas, pode-se usar apenas água mole em temperatura ambiente, que não contenha cal. A frequência da rega é determinada pelo estado do solo no vaso: deve estar sempre ligeiramente húmido. Para manter o ar úmido o suficiente para uma araruta tropical, coloque-o sobre um estrado com seixos úmidos ou argila expandida, ou melhor ainda, com esfagno úmido. Além disso, a pulverização regular das folhas da planta a partir de um pulverizador finamente disperso com água sedimentada ou filtrada em temperatura ambiente é necessária. Na estação quente, você precisa pulverizar a araruta diariamente.

Transferir

A araruta é transplantada em média uma vez a cada dois anos na primavera para um vaso largo e raso, apenas alguns centímetros maior do que o anterior em diâmetro. Primeiro, despeje uma camada espessa de argila expandida em um novo pote para que a umidade não estagnar nas raízes da araruta. Em seguida, coloque uma camada de solo levemente ácido (pH cerca de 6), consistindo de areia, turfa e solo de jardim em uma proporção de 1: 2: 3 com a adição de carvão triturado e um punhado de terra de coníferas, em seguida, transfira cuidadosamente a araruta para um novo pote junto com um pedaço de barro e adicione o máximo de solo quanto será necessário para encher o pote.

Antes de tirar a planta do vaso velho, arrume-a: retire as folhas velhas e secas para que a planta gaste energia na formação dos rebentos, e não na folhagem murcha. Os profissionais recomendam cortar todos os brotos antes do transplante, deixando apenas um entrenó neles, então o novo crescimento fresco será mais denso e sua araruta se transformará em um arbusto variegado exuberante depois de um tempo.

Fertilizante

A fertilização é um fator importante no cultivo bem-sucedido de araruta de interior. A araruta precisa de alimentação durante um período de crescimento ativo, portanto, de março a agosto, duas vezes por mês, é alimentada com fertilizante líquido complexo para plantas decíduas decorativas. Observe que a solução deve ser fraca (um grama de fertilizante complexo por litro de água), porque a araruta é muito sensível tanto ao excesso de umidade nas raízes quanto ao excesso de nutrientes no solo.

Reprodução de araruta

Dividindo o mato

A reprodução da araruta em casa é feita por métodos vegetativos. Por exemplo, dividindo um arbusto durante o próximo transplante de planta. Para isso, o arbusto de araruta é cuidadosamente dividido em duas ou mais partes aproximadamente iguais, cortando o rizoma de forma que cada delenka tenha um número suficiente de raízes para a vida. As partes são plantadas em vasos em substrato de araruta, regadas com água morna, frouxamente cobertas com saco plástico transparente e mantidas aquecidas até o aparecimento de folhas novas. Em seguida, o saco é retirado e a planta é tratada como de costume.

Estacas

Como propagar a araruta se você hesita em cortar o rizoma da flor? Os rebentos de araruta cortados durante o corte podem ser usados ​​como estacas para a sua propagação. O comprimento suficiente do corte é de 8 a 10 cm, e deve ter dois entrenós ou pelo menos um par de folhas. O corte inferior é feito alguns centímetros abaixo do nó. Seções de brotos são colocadas na água para o enraizamento e, quando as raízes crescem sobre elas, as mudas são plantadas no solo e cobertas com um saco plástico transparente para criar condições de estufa que aceleram a sobrevivência. As estacas cortadas de maio a setembro criam raízes de forma mais rápida e confiável.

Pragas e doenças

É preciso dizer que a araruta não é afetada por nenhuma doença específica, os problemas das plantas surgem principalmente devido a cuidados inadequados. O mesmo pode ser dito dos insetos.

A araruta na maioria das vezes sofre de ácaros vermelhos e cochonilhas. A presença do carrapato é determinada pela presença de uma teia fina na parte inferior das placas das folhas e queda das folhas, e o aparecimento dessas pragas é provocado pelo ar muito seco no ambiente. As folhas danificadas devem ser removidas e a planta deve ser borrifada com actellik ou fitovermelho.

A cochonilha concentra-se principalmente nos caules das folhas, e deve ser lavada com água e sabão (20 g de sabão por litro de água) - lembre-se de retirar o sabão da planta mais tarde. Se esta medida não for suficiente, você terá que borrifar várias vezes a araruta com solução de actellik (2 ml por litro de água) até ter certeza de que a planta não está mais em perigo.

Folhas de araruta ficam amarelas

Perguntas frequentes sobre por que a araruta fica amarela não implicam em nenhuma resposta definitiva. Pode haver várias razões, porque as plantas decíduas ornamentais reagem ao estresse e às doenças precisamente mudando a cor e a textura das placas das folhas.

  • Em primeiro lugar, o motivo pode ser o ar interno muito frio.
  • Em segundo lugar, manchas amarelas nas folhas podem ser marcas de queimaduras solares.
  • Em terceiro lugar, umidade do ar muito baixa, em quarto lugar, correntes de ar.

Além disso, a razão óbvia é a rega insuficiente, o que faz com que as folhas inferiores da planta se tornem amarelas. O que fazer se as folhas de araruta ficarem amarelas? Releia as regras de cuidado com a planta, identifique a causa e elimine. Só não espere sucesso rápido: logo só surgem problemas, e a planta, como uma criança, requer cuidado, atenção e tempo.

Araruta seca

Por que a araruta seca? Em primeiro lugar, isso pode ser devido à falta de nutrientes no solo: primeiro, as pontas das folhas secam na araruta, depois aparecem manchas marrons. A planta se comporta da mesma maneira por falta de umidade: as folhas inferiores ficam amarelas e as pontas das superiores secam. A araruta também seca quando você se esquece de manter a umidade elevada no ambiente. A presença de calcário no solo leva ao mesmo resultado, portanto, fique de olho no pH do solo.

Por que as folhas ondulam?

A araruta tem essa característica - dobrar as folhas todas as noites e abri-las todas as manhãs. Mas se você observar primeiro a secagem das pontas das folhas e, em seguida, seu dobramento, a razão é a falta de umidade no solo ou a araruta está congelando - transfira-a para uma sala mais quente e certifique-se de que sim. não cair em rascunhos. E lembre-se: sejam quais forem os problemas que surjam com as flores de interior, em particular com a araruta, é preciso procurar nas regras o motivo dos cuidados com a planta. Determine onde você os violou, corrija o erro e o problema desaparecerá sozinho.

Tipos e variedades

Araruta (Maranta leuconeura)

Habitante da floresta tropical brasileira com caule curto (25-30 cm de altura), folhas ovais, de até 15 cm de comprimento, até 9 cm de largura, em pecíolos de até 2 cm de comprimento. A parte superior da folha é de cor escura verde, ao longo do seu centro apresenta-se uma faixa prateada, nervuras laterais - branco-prateado com um padrão verde claro, a face inferior da folha é avermelhada ou verde acinzentada.

Na cultura, esta espécie é encontrada com pouca frequência, suas variedades são mais frequentemente cultivadas:

  • Variedade Kerhoven (Maranta leuconeura var. Kerchoveana) - a parte superior da lâmina foliar é verde brilhante com manchas verdes escuras em forma de olhos e penas, uma faixa branca corre ao longo da nervura central, a parte inferior tem uma tonalidade vermelha com um matiz azul;
  • uma variedade de Masange (Maranta leuconeura var. massangeana) - uma variante da variedade Kerhoven, mas as manchas não são verdes escuras, mas marrom-oliva;
  • variedade de veios vermelhos ou tricolor (Maranta leuconeura var.erythrophylla ou Maranta tricolor) com folhas de verde claro a verde escuro, mais claro na periferia. Manchas verde-amareladas e verdes claras ao longo da nervura central. As folhas são aveludadas, carmesim escuro na parte inferior.

Araruta bicolor (Maranta bicolor)

Difere em folhas ovais, ligeiramente onduladas ao longo do bordo, até 15 cm de comprimento sobre pecíolo curto avermelhado. A parte superior das folhas é verde com manchas verdes escuras e marrons ao longo da nervura central, as folhas são púberes abaixo.

Araruta (Maranta arundinacea)

Um arbusto compacto de até 120 cm de altura com folhas longas, até 25 cm, ovóides, pubescentes, de cor verde escura com tonalidade azulada.

Qualquer uma das espécies ou variedades da planta vale o esforço e o tempo gasto para cultivá-la, já que a beleza primorosa das folhas de araruta não deixa ninguém indiferente.

Literatura

  1. Leia o tópico na Wikipedia
  2. Características e outras plantas da família Maranth
  3. Lista de todas as espécies da Lista de Plantas
  4. Mais informações no World Flora Online
  5. Informações sobre plantas de interior

Seções: Plantas de casa Plantas ornamentais decíduas Plantas variegadas em M Marantovye


O nome mais comum para ivy é trepadeira... Então, ele foi apelidado pela habilidade de trançar paredes com filmagens longas e tenazes.

Existem mais de 30 espécies de ivy. Um dos mais comuns é hedera helix (Latim Hedera heliks) ou hera encaracolada.

Se você decidir ter hera dentro de casa, cuidar dela em casa não é difícil. Hedera Helix Enough despretensioso.

Multiplica-se rapidamente, envolvendo-se em paredes e tetos com uma massa verde viva, agarrando-se a qualquer suporte devido a micro-ventosas (raízes aéreas) nos brotos.

Esta espécie possui um grande número de variedades, todas elas diferem na forma e cor da folhagem: Hedera helix Harald - hera com folhas redondas, Hedera helix sagittaefolia - as folhas desta espécie parecem estrelas na forma, Hedera helix Jubilee (aniversário) - com folha de cor variegada.

Cuidado após a compra

A hera raramente é vendida em viveiros domésticos, é principalmente comprada na Holanda, transportada em um substrato especial que não absorve água. É por isso que depois de comprar uma flor precisa de um transplante.

É necessário dar-lhe algum tempo para se adaptar às novas condições (7 a 10 dias). Ivy não tolera a seca com muita facilidade, por isso não vale a pena atrasar o transplante. Eles são transplantados para o heder com cuidado. O sistema radicular é completamente limpo de solo, tomando cuidado para não danificar as raízes individuais.

Iluminação

A planta de hera de interior pertence à categoria amante da sombra plantas. Ele reagirá com bastante calma a um local no fundo da sala, longe da janela.

A única coisa que Nao aceito folhas de heder - exposição à luz solar direta.

Espécies variegadas, ao contrário, preferem a luz de sombra parcial, na sombra sua cor variegada esmaece e torna-se verde monótona, e também têm uma atitude negativa em relação à luz direta do sol.

Temperatura

Hedera não termofílico. No verão, uma temperatura confortável para ela será de 18 a 23 graus. No inverno - 6-14 graus. Na estação quente, a hera pode ser colocada ao ar livre - uma varanda, loggia ou jardim.

Rega

O solo no vaso onde a flor de hera cresce deve ser sempre ligeiramente úmido. Mas isso não significa que a planta precisa ser derramada de manhã à noite - ela pode morrer devido à umidade estagnada no solo. A seca prolongada também afetará a saúde da planta: suas folhas começarão a escurecer nas bordas e cair.

Como regar a hera? Regar o cheder é recomendado 2 vezes por semana no verão e uma vez por semana no inverno (com inverno quente). Em baixas temperaturas do ar no inverno, a rega deve ser reduzida para 1 vez em 2 semanas. Se na temporada de verão a temperatura interna ultrapassar 20 graus, a planta precisa de um pulverização água bem sedimentada.

Também é aconselhável não deixar as folhas empoeiradas excessivamente (as folhas limpas purificam melhor o ar do apartamento) e de vez em quando providenciar um banho quente para o chedere. Hera tolera correntes de ar e uma queda acentuada na temperatura e, portanto, é freqüentemente usado para paisagismo.

Poda

Hedera Helix cresce rapidamente e em um tempo razoavelmente curto pode crescer hastes longas e não muito estéticas.

Portanto, para criar uma copa mais exuberante, a planta precisam ser aparados e beliscados regularmente. Os caules restantes após a poda podem ser usados ​​para propagação.

Os cultivadores experientes aconselham a realização do procedimento de poda durante o período de crescimento mais ativo da hera.

Transferir

As plantas jovens precisam ser replantadas uma vez por ano. Os adultos são transplantados a cada 2-3 anos. O transplante é realizado na primavera ou início do outono pelo método de "transbordo".

Para isso, o solo é abundantemente regado para amolecê-lo, depois a hera é retirada do vaso e, junto com o torrão antigo de terra, é imersa em um novo recipiente, os vazios são preenchidos com substrato novo. Após o transplante, é necessário regar e pulverizar.

Uma espessa camada de drenagem de argila expandida é colocada no fundo do vaso de flores para que a água não fique estagnada no solo.

Top curativo

Bom crescimento, verduras brilhantes ajudam a fornecer fertilizantes com fertilizantes minerais. Você não deve ser zeloso, a hera fica amarela com o excesso de alimentação e perde folhagem. O reabastecimento de flores é realizado durante todo o ano: na primavera e no verão, 2 vezes por mês, no inverno - uma vez por mês.

O solo

O substrato para a chedera é uma mistura de turfa, areia, folha caduca e solo com grama em partes iguais.

Florescer

Flores de hera não são muito bonitas. São pequenos guarda-chuvas esverdeados que, quando florescem, dão frutos pretos.

Você pode admirar a hera de interior cultivada em casa na foto:


Descrição de Aglaonema

O nome inglês "Chinesse evergreen" é traduzido como uma planta chinesa perene. A flor é chamada de planta da sorte pelos habitantes dos países do Sudeste Asiático.

Nos últimos dez anos, novas variedades foram desenvolvidas. Aglaonema é uma planta facilmente adequada para qualquer pessoa, tanto um florista experiente como um iniciante. A flor é popular devido a:

  • resistência a diferentes níveis de irrigação
  • adaptabilidade à iluminação mínima
  • crescendo em vários substratos de solo.

As folhas de Aglaonema, dependendo das diferenças das espécies, podem ser arredondadas, estreitas, alongadas. A cor das folhas é bastante variada. As placas de folha vêm em rosa, branco, verde, que variam em várias combinações. A altura da flor é de 20 a 150 centímetros.

A planta não tolera correntes de ar. Em temperaturas abaixo de 10 ° C, a flor pode ser seriamente danificada e até morrer. A Aglaonema indoor é cultivada na Europa desde 1885.

O suco das folhas é venenoso e contém cristais de oxalato de cálcio. Em contato, a irritação ocorre na pele humana. Uma vez na cavidade oral, o suco causa irritação na garganta, língua, lábios. O desconforto do suco dura alguns minutos.


Características do crescimento de zamiokulkas

Temperatura: Moderado, de preferência 16..18 ° C no inverno, mas não inferior a 12 ° C.

Iluminação: Local claro com luz difusa. No verão, ele prefere acomodações ao ar livre - na varanda, no jardim, etc. No inverno, você terá que reorganizar os zamiokulkas mais perto da janela.

Rega: Moderado da primavera ao outono, mas ao mesmo tempo não deve permanecer água na palete, a rega é rara no inverno, o solo deve secar bem antes da próxima rega. Zamioculcas tolera algum ressecamento mais facilmente do que água estagnada no solo - isso pode levar à podridão da raiz e à formação de podridão do caule.

Fertilizante: Normalmente não precisa de alimentação.

Umidade do ar: Zamioculcas não requer pulverização nas folhas, mas às vezes é necessário providenciar a lavagem para que a planta não fique empoeirada e não perca seu atrativo. No verão, pancadas de chuva são suficientes ao ar livre.

Transferir: Anualmente na primavera. O solo deve ser bastante nutritivo. Para plantas jovens - 1 parte de gramado, 1 parte de terra frondosa, 1 parte de turfa e 1 parte de areia. Você pode adicionar um pouco de terra de húmus bem podre. O transplante de cópias antigas de zamiokulkas é realizado a cada dois anos na primavera. O pote para zamiokulkas deve ser compatível com o sistema radicular. Uma boa drenagem é obrigatória.

Reprodução: Dividindo o arbusto, folha, estacas. É melhor secar a folha um pouco antes de plantar. Aconselha-se a raiz de estacas ou de uma folha com aquecimento do solo e uso de fitohormônios para melhor formação de raízes. O enraizamento pode demorar até 2 meses.


Quarto rosa cuidado

Iluminação

Rose é uma planta que ama a luz. Para seu bem-estar, ela precisa de muita luz. As janelas do sul são muito adequadas para o cultivo. No resto do mundo, a iluminação de fundo será necessária no inverno.

Temperatura

A temperatura ideal para o cultivo de rosas em ambientes fechados é de 18 a 25 graus. Como a rosa é uma planta de campo aberto, ela adora ar fresco e precisa dele para crescer. No verão, a rosa pode ser levada para o jardim ou para a varanda. No resto do tempo, você precisa organizar a aeração, evitando rascunhos que são prejudiciais às rosas.

Rega

Uma rosa doméstica é regada com água decantada em temperatura ambiente. Água fria é ruim para eles. A rosa ficará grata por pulverizar regularmente tanto no calor do verão quanto na estação de aquecimento do inverno. Se a roseta estiver perto da bateria, é melhor colocá-la em um palete com argila expandida úmida.

Fertilizantes

A roseta é alimentada com fertilizantes complexos para rosas da primavera ao inverno, uma vez a cada 2-3 semanas, no outono, reduzindo gradualmente a frequência de fertilização.

Reprodução

A rosa interna é propagada por estacas. Para isso, estacas de até 15 cm de comprimento, com vários botões, são adequadas. Eles estão enraizados no solo, cobertos por uma garrafa ou saco. Para fazer isso, você pode levar pequenos copos para mudas.

As raízes aparecem em cerca de 2 semanas. A estufa pode ser removida gradualmente após o aparecimento de novas folhas. O transplante de estacas enraizadas só é possível quando o sistema radicular está bem desenvolvido.

Poda

As rosas precisam ser podadas periodicamente para formar um arbusto. É melhor produzido na primavera. Ramos que se alongaram durante o inverno, flores murchas, ramos fracos e secos são removidos.


A araruta floresce?

Em condições naturais, segundo os especialistas, esta planta floresce anualmente, mas em casa é bastante difícil conseguir o aparecimento de pequenas flores brancas. Para fazer isso, você deve manter a flor no meio da sala, onde a iluminação será forte o suficiente, mas difusa, e também não se esqueça de regar e fertilizar.


Assista o vídeo: BOLO BREVIDADE-GASTEI 3,50-SUPER FOFINHO SEM GLUTEN-É SHOW PRA TOMAR COM 1 CAFÉZINHO-Isamara Amâncio